logo ´png-01.png
1.jpg
2.jpg

Ser fotógrafa é consequência.

Nasci em São Paulo, Brasil. Cresci em uma casa de contadores de histórias. Muitas foram as noites embaladas por elas. Minha função como

a caçula da família era insistir para que elas acontecessem todas as noites.


Conforme fui crescendo, a desculpa de ser a caçula foi perdendo força e as histórias foram saindo do pé da cama

e tomando forma na realidade. Percebi que a história estava numa casa insurgente, num vagão apinhado, estava por onde eu andava. Mas como contá-las? A fotografia surgiu nesse momento e permaneceu em todos os meus caminhos.
Em 2011, decidi que seria fotógrafa e, desde então, venho

me aperfeiçoando para contar de forma poética e sensível

as histórias que encontro.


Em 2013, percebi também que poderia auxiliar outras pessoas a contarem suas próprias histórias, o que me levou a formação em Educomunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo,

ECA-USP.

Obrigado! Mensagem enviada.